04 janeiro 2018

Você oferece o que espera de volta?

 Para quem tem um blog há mais de 5 anos, ou até menos... Pode se sentir meio fora da casinha hoje em dia. Muitas coisas mudaram tanto. E é ótimo a blogosfera ter crescido bastante. O chatinho é quando não encontramos mais aqueles blogs preferidos, feitos com muito carinho e amor.
Blogueiros e Blogueiras que convidavam para entrar e sentar, que faziam com que todos se sentissem bem e em casa.
Alguém pode até discordar, mas basta analisar a interação em grupos de blogueiras. Existe muito "que venha a mim", e só. Uma carência de números, comentários copiados e colados... E fica aquela pergunta do título desse post "Você oferece o que espera de volta?". Você se interessa ou ao menos demonstra interesse pelo conteúdo do outro? Você comenta e lê de verdade o post do outro? Você interage, socializa, respeita e retribui?
Está faltando interação de verdade, está faltando essência. Está faltando "falar do que realmente entende e conhece", está faltando mais identidade, qualidade, vontade e mais realidade.
Não vou ser clichê e dizer que quero a blogosfera antiga. Eu ficaria tão feliz com a nova blogosfera com mais empatia e mais carinho. Gostaria que a interação fosse mais importante que um feed bonitinho no instagram.
Eu queria entrar em um blog e sentir que a autora/o autor ama o que está fazendo. E faz com vontade, que não se sente na obrigação de seguir um rigoroso cronograma de postagens. Que posta quando realmente quer ou quando dá certo.
Não, eu não sou um exemplo de blogueira ou a rainha do conteúdo. Mas existe muito carinho aqui. Eu já citei que ter um blog era meu sonho e isso é verdade. Desde que não tinha um e-mail, um computador, internet... Desde que li sobre blogs em alguma revista teen há muitíssimo tempo atrás, eu comecei a sonhar com a ideia de ter meu próprio blog. 
E é por isso que, por mais que a vida adulta de mãe com dois empregos seja uma loucura, eu sempre acabo aparecendo por aqui. Porque eu AMO blogar. Mesmo que bem pouco, eu faço isso com toda disposição e vontade que existe em mim! 

Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Estou batendo palmas de pé pra esse post!
    Menina, falou tudo que eu estava pensando esses dias, que eu nem sei mais o que comentar. Sinto muita nostalgia dos meus blogs preferidos, cheios de carinho, descobrimento e diversão. A atmosfera divertida dos blogs me traz muitas boas lembranças. Também sonhava com um blog antes de ter um computador e mesmo que poste muito de vez em quando, tenho muito carinho pelo que escrevo. Senti esse carinho aqui também. Fico me perguntando como um post maravilhoso desse, e tantos outros, não tem tantos comentários. O fato é que as pessoas andam bem desinteressadas das coisas simples da vida. Blogar virou uma obrigação. Sinto muito, mas seguirei com minha nostalgia. Beijos e muito amor. Feliz 2018!

    Pequeno Infinito

    ResponderExcluir
  3. Oi Nick, eu (que também estou nesse universo dos blogs há MUITO tempo) sinto que existe pouca troca real mesmo entre os produtores de conteúdo. Muita gente começa com essa intenção, mas aos poucos vai entrando nessa roda-viva do mais-do-mesmo. Os comentários começam a ficar iguais, sem profundidade... isso quando não deixam de comentar e pronto. Triste.

    Mas eu acho que ainda existe empatia e carinho entre alguns blogs e blogueiros. Somos poucos, mas somos persistentes. :)

    Um beijo querida! E feliz ano novo. \o/

    ResponderExcluir
  4. Oi Nick, tudo bem? Acabei de chegar aqui, estou comentando esse post porque é um questionamento frequente meu! Mas vamos lá...

    Estou na blogosfera desde 2003 (sim, quase 15 anos, meu DEUS!). Tive vários blogs, tentei me afastar várias vezes, mas acabava voltando, ou com um blog novo ou reativando um antigo porque eu sinto falta de escrever... Meu blog atual tem quase 2 anos e por mais que as vezes ele acabe ficando desatualizado, abandonadinho, afinal não me sustento com ele então preciso tocar a vida, as vezes falta vontade, as vezes falta inspiração... Porém eu sempre volto, porque é meu cantinho feliz, onde compartilho aquilo que acho importante, onde compartilho amor.

    Eu fiz amigos através dos meus blogs, eu tenho uma afilhada porque conheci a mãe dela em um dos meus blogs, então eu sinto falta dessa troca... porque meu principal objetivo sempre foi conversar com as pessoas...

    Eu participo de alguns grupos de interação, e eu fico bem triste quando comento em algum post (porque gostei dele) e a dona do blog sequer responde meu comentário no próprio post. Não to nem pedindo pra me seguir, ou comentar no meu blog, mas sei lá, se a gente puxa assunto, seria legal responder... Sinto muita falta de quando as pessoas blogavam porque se divertiam e não pra cumprir cronogramas, conseguir parcerias... Mas os tempos mudaram e quem ainda acredita numa blogosfera "old school" precisa se encontrar e se apoiar.

    Adorei o texto, mesmo!
    E continue fazendo o que gosta com amor, você só tem a ganhar. ♥

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  5. É tão lindo esse post <3 que me fez entender o motivo de eu sempre voltar pra esse mundo lindo <3
    Eu amo blogs, por vários motivos. Mas o que você citou é o que mais me motiva de continuar aquii, pela simplicidade, pelo interesse.

    Eu também sinto falta de tudo o que você falou... Mas por blogs como o seu, que eu ainda permaneço por aqui.
    Obrigada por ainda acender uma chama que eu achei que tinha apagado aqui dentro de mim.

    Obrigada por esse post cheio de verdade, de intensidade e de coração, por mais posts, por mais blogs assim..
    E por mais amor nesse mundo também!

    <3

    ResponderExcluir
  6. Ótima reflexão! Caí de paraquedas no seu blog e já me identifiquei! Estou na blogosfera, ininterruptamente, desde 2008 e nossa, como eu sinto falta da posição escritor-leitor em que os blogueiros se colocavam. Hoje em dia, percebo a mesmíssima coisa que você falou: é muito " que venha a mim".
    Até em blogueiros que curto percebo que o agradecimento aos leitores é verdadeiro, mas que não há mais o esforço de conhecer o que eles escrevem também, sabe? Parece que hoje em dia os blogueiros querem ser lidos, mas não querem mais ler. Já vão se jogando para publicidade, para tentar um crescimento mais rápido na área.
    Enfim, agora que conheci sue blog e essa maneira de pensar sua, já te marquei omo favoritos para poder acompanhar de perto seu trabalho. É maravilhoso ver como crescemos diante da internet e mesmo com as atividades da vida adulta, ainda conseguimos arrumar tempo para fazer o que amamos e distriuir um pouco desse amor ao mundo!
    Parabéns pela garra, me reinventei ano passado para continuar dando conta desse mesmo amor que é blogar e olha, para quem está aqui desde que isso tudo era mato (haha) não é nada fácil tentar se manter meio a tantas diferenças e competições.
    Por isso admiro sua coragem e dedicação em continuar com seu blog! Que sua nova fase de mãe e trabalhadora, possa agregar ainda mais por aqui!
    Afinal apesar de algumas saudades, para frente é que se anda sempre!
    Beijos

    www.vestidadeceu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Apesar de ser um tanto saudosista pela blogosfera de meados de 2000 (onde a maioria das blogueiros colocavam todo o seu amor e personalidade em seus conteúdos, que tinham um quê de diário virtual), me identifico demais com o que sente: não é de hoje que as "blogueirinhas" participam de comunidades ou comentam em blogs buscando apenas divulgar o seu próprio, e não conhecer conteúdos e pessoas novas. Me frustra um pouco também entrar nas redes sociais e perceber que muitas utilizam a mesma fórmula pra produzir os mesmos conteúdos em blogs que são "mais do mesmo", sabe? E nessas comunidades vejo que há apenas curtidas nas postagens: parece que ninguém se dá ao trabalho de realmente ler, entender o conteúdo e publicar sua opinião.

    http://blog.fernandafusco.com

    ResponderExcluir
  8. Amazing post dear, I really like it!
    Your blog is amazing, we should follow each other on GFC and Instagram! Let me know in the comments on my blog. xoxo

    blog
    instagram

    ResponderExcluir
  9. Adorei o post, Nick! Uma ótima reflexao pra blogosfera atual. Infelizmente é isso mesmo, essa troca tão superficial, essa importância louca com números.. o que acaba perdendo a essência. Também sou daquelas que gosta de entrar em um blog e sentir amor, não apenas algo no automático ou por obrigação. Mas como a Camila falou ali, ainda exite empatia sim e que somos poucos, mas somos persistentes! haha
    Beijos :*

    ResponderExcluir

Aviso: Responderei o seu comentário diretamente no seu blog (caso tenha).
Caso não tenha, responderei por aqui mesmo.

 
Ninamore Blog © | Por: NINAMORE