22 agosto 2017

Umbigo de Shakira: Mais aplausos e menos julgamentos

 Era uma vez, uma pessoa que cresceu com uma barriga bacana. E depois de ter o primeiro filho, descobriu que também teve diástase, uma hérnia umbilical, e estrias (sem drama com estrias).
A partir daí, a pessoa que já não tinha o costume de mostrar a barriga, começou a se esconder mais ainda. Sim, estou falando de mim. Mas não estou reclamando do meu filho, do meu parto ou das estrias que a maternidade trouxe. Só estou contando um pouco do que aconteceu comigo, mas não tive a oportunidade de compartilhar com vocês antes, pois nem eu sabia o que havia acontecido direito.

O fato é que, eu me escondo. Eu tenho receios. Eu tenho medo de cirurgias, de não poder engravidar novamente, de engravidar e ter complicações. E eu vou enrolando e continuo me escondendo.
Depois que Miguelito nasceu, só eu vejo a minha barriga. É a minha maior insegurança e o meu ponto fraco.
Mas aconteceu algo que me fez pensar...
Lembro que primeiro conheci a música e só depois vi o clipe "Chantaje". Na sala, com outras pessoas acompanhando, eu estava animada assistindo e como não sou de reparar em nada, me surpreenderam gritando por causa do umbigo da Shakira. Só nesse momento, que parei para prestar mais atenção. E quando vi pensei em várias coisas, e vou enumerar algumas que passaram pela minha cabeça:
1- Nossa, que coragem!
2- Que mulher mais mulher!
3- Que linda!
4- Que autoestima!
5- Que confiança!

Resumindo, achei incrível. E me orgulho por pensar assim. Sempre adorei o trabalho da Shakira, e ouço suas músicas novas e antigas, praticamente todos os dias. Mas naquele momento, ela se tornou também uma inspiração.
Shakira, deu a cara a tapa, assim como muitas pessoas fazem. Pessoas que: 
-Postam fotos das axilas não depiladas e compartilham sua linha de pensamento;
-Assumem seu cabelo natural, mesmo com as pessoas ao redor criticando;
-Assumem sua orientação sexual... E por aí vai. 

Mas...Shakira, mãe de dois filhos, que mostrou para o mundo as mudanças de seu corpo (que continua belíssimo), não escondeu o seu umbigo no clipe... Acabou se tornando alvo de muitas críticas.
Fico me perguntando a razão disso. Por que ela não pode mostrar o umbigo? Por que choveram críticas e comentários maldosos de pessoas sem noção que tiveram a capacidade de dizerem a ela o que fazer com o umbigo DELA? Por que ela não apareceu mais nas capas de revista com o umbigo de fora como antes? Por que disseram que agora ela tem defeito, que não é mais bonita? POR QUÊ?! A Shakira não é o umbigo dela! Ela é muito mais que isso.
Vou confessar, isso me mata. As pessoas escolhem/selecionam o que aceitam e o que julgam. Essas pessoas não podem bater no peito e dizerem que respeitam a vida, a escolha, o tempo e a decisão de outras pessoas. Não, elas não podem.
Para mim, ver uma pessoa pública, que aceitou as transformações do seu corpo, que aconteceram pela razão mais nobre que existe, que é a maternidade... O fato dela não se importar em mostrar pro mundo, me faz pensar tanto na minha insegurança, que é sempre, sempre por causa do que os outros vão falar ou pensar.
Por essas e outras, ela se tornou um exemplo para mim. 
E, gente, a Shakira não merece críticas. Ela merece palmas!

Comente com o Facebook:

1 comentários:

  1. Adoro a Shakira por achar ela uma mulher forte que não se esconde atrás de nada nem de ninguém. Mesmo, que ela também tenha sofrido por conta dessa hérnia, se mostra assim num clipe tão importante é realmente encorajador! Shakira continua crescendo e descobrindo maneiras continuar sendo a mulher incrível que é, mesmo que tenha um umbigo "feio". E isso é tão estranho, por que eu também já vi esse clip algumas vezes e nunca tinha reparado no umbigo dela até ler esse post. Com seu próprio relato, imagino o quão sofrido deve ser perceber essa transformação no seu corpo, mas ao mesmo digo que se eu nem reparei no umbigo dela não é só pq ou distraída, mas por que o umbigo é algo muio pequeno diante do talento e da beleza dela. Pense nisso. Como você bem disse: "ninguém é apenas um umbigo", e quanto mais crescemos em volta dele (como pessoa, como profissional, como mulher), menos ele terá esse peso todo.
    Ainda fico boquiaberta com uma sociedade que não aceita a transformações que a vida nos impõe e luta todo tempo a favor de uma perfeição padronizada que simplesmente não existe. Somos lindos cada um do nosso jeito e com as marcas que a vida nos deixar.
    Ainda mais uma marca gerada pela nossa própria capacidade de gerar vida, para mim a despeito de qualquer estética esse umbigo é uma marca de amor e de poder. Afina, gerar um vida não é para qualquer um.
    Aplausos para ela e para seu esforço de gerar o mesmo autoamor e autoconfiança.
    Beijos

    www.vestidadeceu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Aviso: Responderei o seu comentário diretamente no seu blog (caso tenha).
Caso não tenha, responderei por aqui mesmo.

 
Ninamore Blog © | Por: NINAMORE