15 janeiro 2018

Faça luz onde há involução



Involução - Significado: 
1. Movimento regressivo, processo de regredir.
2. Volta, dobra ou giro para dentro, para o interior. 
As palavras saem quase sem querer. Rezam por nós dois.
Tome conta do que vai dizer.
Elas estão dentro dos meus olhos, da minha boca, dos meus ombros.
Se quiser ouvir, é fácil perceber. 

Vanessa de Mata, minha inspiração para pensar nas coisas da vida, que geralmente não temos o costume de pensar. Já comentei por aqui o quanto gosto de músicas que apresentam um conteúdo de verdade, com letras que nos façam refletir sobre a maneira que vivemos.
E a música "as palavras", que é a minha favorita dela, não poderia ter uma letra mais incrível!
Não me acerte, não me cerque.
Me dê absolvição. Faça luz onde há involução.
Escolha os versos para ser meu bem e não ser meu mal.
Reabilite o meu coração.

Você já parou para pensar na importância das palavras ditas? No grande poder que as palavras possuem? No impacto que elas podem gerar?
É claro que é mais fácil lembrar do que nos foi dito. Nós guardamos na memória, elas ficam. Elas marcam.
E o que dizemos para o outro?! Temos consciência de que o outro também guarda o que dizemos?
Temos uma grande responsabilidade ao soltar palavras por aí. É preciso pensar com carinho no que vamos dizer, é preciso se colocar no lugar do outro como ouvinte. É preciso se observar falando e agindo. Pois também dizemos muito sem usar a voz.
Viramos os olhos, balançamos os ombros, fechamos a cara, viramos o rosto, damos as costas...
E tudo que fazemos ou dizemos fica na memória de alguém. E é por isso que é tão difícil passar por cima e perdoar. Porque as palavras que causam feridas não são esquecidas. Elas sempre assombram, marcam presença querendo ou não.
Tentei. Rasguei sua alma e pus no fogo.
Não assoprei, não relutei.
Os buracos que eu cavei não quis rever.
Mas o amargo delas resvalou em mim.
Não deu direito de viver em paz.
Estou aqui pra te pedir perdão.

E quem dera as palavras fossem usadas somente para o bem. Só para acalmar, apoiar, valorizar, surpreender, parabenizar, secar as lágrimas, encorajar...
Essa proeza não é fácil, mas podemos fazer a nossa parte. Para isso, contamos com os seguintes exercícios:
1- Vamos nos ouvir falar.
2- Vamos pensar nas consequências que nossas palavras podem causar.
3- Vamos nos colocar no lugar de quem vai nos ouvir.
4- Vamos pensar se é realmente necessário ou não. Se vai fazer diferença.
5- E se for realmente preciso e indispensável, vamos encontrar a melhor maneira possível de dizer.

Pois sempre que algo é dito sem pensar, só resta a vontade de voltar no tempo para reparar. E gente, não dá. É aquela máxima que serve para a vida "não faça com os outros o que você não gostaria que fizessem com você". E para esse caso, podemos adaptar para a seguinte frase:
Não diga aos outros o que você não gostaria que dissessem para você!
As palavras fogem se você deixar.
O impacto é grande demais!
Cidades inteiras nascem a partir daí.
Violentam, enlouquecem, ou me fazem dormir.
Adoecem, curam ou me dão limites.
Vá com carinho no que vai dizer.
E para ouvir essa música linda, e entender melhor onde quero chegar, basta clicar aqui para assistir ao clipe de Vanessinha.  

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Adorei essa música!Que letra linda! Forte e poética ao mesmo tempo!
    Adorei a reflexão, realmente gravamos mais as palavras que nos dizemos, do que aquelas que dizemos. Precisamos mesmo rever essa atitude. Ganhar consciência da nossa fala é também nos dar a chance de levar o o nosso melhor para o outro e não, simplesmente, jogar frases mal formuladas e precipitadas em cima de ninguém. Todo mundo ganha quando passamos a pensar mais sobre as palavras que usamos e os sentimentos do outro que está a nos ouvir. :)
    Beijos

    www.vestidadeceu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Nick! Muito verdade. As palavras tem poder, não só no sentido de atrair energias, mas tbm de transformar as pessoas e as situações. Boa reflexão. Bjo linda.

    canalcereja.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Seu texto me faz pensar no caos que as redes sociais têm virado de uns tempos para cá por conta do mal uso de algumas pessoas. Pessoas que se sentem valentes por dizer o que pensam, mas que se escondem atrás de um monitor. Que não se preocupam se suas palavras vão afetar alguém, mas que as soltam assim mesmo porque engrandecem o ego. Dedico seu texto a todas elas!

    ResponderExcluir
  4. O Brasil precisa ur-gen-te voltar a qualidade de sua música. Desde os governos com ministérios da cultura oba-oba e porralouca, em 13 anos nossa cultura musical piorou muito. Acabaram com o tradicional e a tradição.
    O PT deu vazão para o péssimo Sertanejo Universitário, via gestão Gilberto Gil (PT).

    PT venera a Indústria Cultural. Melhor para dominar.

    Literatura e alta cultura é de que o Brasil necessita a tempo nas nossas escolas e na educação das curuminhas. E de música boa. Esteticamente boa. A frente de tudo a qualidade de 1ª. Estética. O Jogo de Cartas da Educação Infantil: Seria o bom gosto nas escolas. Tal qual Tarkovsky. Ou como o cinema antigo (de qualidade brasileiro). Eis: 1º lugar educação dos mais jovens, para se ter solidez no futuro próximo. Necessitamos muito de bons hospitais. E escolas boas para os curumins. Precisamos de alta-cultura. Alta literatura; Kafka, Drummond, Dostoievski, Machado de Assis, Aluísio Azevedo do Maranhão. De arte autônoma. E educação verdadeira nas escolas dos pequenos. O que não houve. O Brasil vive consequência de nosso passado político bem atual (2 décadas). Fome, falta de moraria, atraso, breguices, escolas ruins, falta de hospitais: concreto… O resto são frasinhas® poderosas: Eis aí a pura e profunda realidade sociológica e filosófica: A “Copa das Copas®” do PT® em vez de se construir hospitais, construiu-se prédios inúteis! A Copa das Copas®, do PT© e de lula©. Nada se fez em 13 anos para esse mal brasileiro horroroso. Apenas propagandas e propagandas e publicidade. Frasinhas. Qual o poder constante da propaganda ininterrupta do PT®? Apenas um frio slogan, o LUGAR DE FALA do Petismo® (tal qual “Danoninho© Vale por Um Bifinho”/Ou: “Skol®: a Cerveja que desce Redondo”/Ainda: “Fiat® Touro: Brutalmente Lindo”). Apenas signos dessubstancializados. Sem corporeidade. Aqui a superficialidade do PETISMO®: Signos descorporificados. Sem substância. Não tem nada a ver com um projeto de Nação. Propaganda..


    Livre do Estado nos controlando... Também!

    Todo Petista e seus puxadinhos (Renan, amante do Petismo©, o amazonense chefão lá, analfabeto, o Voz-Fina puxa saco da religião cujo nome é Petismo©, PCdoB© etc.), inclusive os puxadinhos secretos que a mídia não revelam!, ruminam direto, e sem exceção, uma vez que são GADOS do aPedeuTa lula© — o picareta — e da medíocre dilma®. Eles em vez de construírem hospitais durante a “Copa das Copas®” do PT®, construíram foi prédios inúteis. O Petismo© é puro vigarismo. E truculência.

    E o fundamentalismo do petismo? Ninguém fala ou analisa. Adoram destruir reputações como Marina, Ciro Gomes etc.

    ResponderExcluir

Aviso: Responderei o seu comentário diretamente no seu blog (caso tenha).
Caso não tenha, responderei por aqui mesmo.

 
Ninamore Blog © | Por: NINAMORE