21 março 2012

Então, Clarisse...


[...] Pra gostar de alguém, é preciso correr risco.
O amor é um salto tríplice, sem rede.
Como uma viagem. Quando a gente chega, 'a gente' queima os navios pra nunca mais voltar.
É difícil me amar de verdade, de tanto medo de me machucar?
 - Ninguém gosta de sofrer.
Você também pode deixar de gostar de mim!
 - Mas, eu sei que isso nunca vai acontecer.
Mas, eu não tenho como saber.
É preciso de dois para se apaixonar. Mas, para separar basta um.
 (Silêncio)
 - Você vai ficar triste comigo, se eu for procurar a Amanda?
Eu vou ficar te esperando, né Pedro!
Eu não tenho escolha. Eu não tenho nenhuma Amanda pra procurar.
...Quando eu fico triste com a gente, eu fico triste com a gente!
Aí, eu tento resolver. Deixo a tristeza passar... Eu penso em tudo de bom que existe entre a gente.
 - Eu queria ter certeza que o amor da gente nunca vai acabar!
Mas parece bom, Pedro. Mas, na verdade não é.
É como se a gente obrigasse o outro a amar.
 - Eu queria obrigar você, a gostar de mim.
"Pra amar de verdade, a gente não pode ter certeza que vai ser amado."
 (Silêncio)
Você usa sua aliança, se quiser.
 - Perdi mais uma vez.  
Não tem problema.
"Eu sou apaixonada por você, Pedro! E não pelo amor que sente por mim."

[...] Te amo.
 - Como é que eu posso ter certeza?
Não pode. Essa que é a graça.
 - Não vejo graça nenhuma nisso!
A graça, é você nunca deixar de perguntar se eu te amo.
 - Você me ama?
E mesmo que eu responda que sim, duvida.
 - Clarisse, o que você chama de graça, eu chamo de angústia.
O bom do amor, é ter que lutar por ele sempre!
 - Deve ser por isso, que não deu certo com a Amanda... A certeza do amor eterno.
Perdeu o mistério, né?!
 - É.
"Não saber o quanto pode durar uma relação, é ter que batalhar por ela sempre."
...Pra não perder você, eu tive que entender a Amanda, passar por cima do meu ciúme, do meu preconceito, da minha insegurança.
E isso, fez eu gostar ainda mais de você.
 - Será que você ainda vai gostar de mim, quando eu for bem velhinho?
Não sei. Quem sabe...
 - Então, será que é melhor chamar a Amanda de volta?
E você acha que vai dar conta de um mulherão daquele quando tiver velhinho?!
...Você tá pensando numa Amanda de 90 anos?
(Risos e Beijos)

Trecho da série A Mulher Invisível - Rede Globo
Assista essa parte AQUI. (08:20)
Não posso falar muito da série. Se é boa ou não, eu não sei. Pois, só assisti o último episódio da 2ª temporada, acho que última. É claro que não concordo com muita coisa, mas concordo com algumas frases de Clarisse. Fazem parar para pensar.

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. essa é a segunda temporada né?! eu não assisti muito, vi só uns dois episódios, a primeira temporada, eu quase morri de chorar no final e saí correndo comprar no estante virtual, o Cântico dos Cânticos de Salomão, rs.

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Eu não assisti porque não costumo seguir programas, novelas...só se me encanta muito, de primeira. Mas confesso que AMEI esse diálogo..dá vontade de copiar e colar e mandar 'praquela' pessoa especial, sabe? Haha

    ResponderExcluir
  3. Fotos lindas e os trechos também. Adorei. Não assisto essa série mas ouço todos falarem muito bem

    Coisas Fúteis

    ResponderExcluir
  4. Awnnnnnn, eu ainda não vi esse filme mas agora estou morrendo de vontade. *-* Quando eu assistir lhe digo o que achei. Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Acho que o que eu mais gosto quando percorro blogs por aí é encontrar textos que dizem um pouco do que eu procurava em mim mesmo e não sabia.


    Seu blog é uma graça, Nick. (:

    ResponderExcluir

 
Ninamore Blog © | Por: NINAMORE